Wednesday, 28 April 2004

Hoje fui buscar umas fotos que fiz a preto-e-branco, só de árvores e natureza. Quis experimentar fotografar a vida desta forma por ser estranho e imprevisível. É difícil imaginar o mundo a preto-e-branco e o que, à partida, poderia resultar numa natureza morta e dramática, acabou afinal por se revelar bastante surpreendente e ganhar uma espécie de outra vida própria.

Nikon F50, Iflord 400 ISO