Friday, 25 March 2011

Há dias...



Há dias mais cinzentos em que tudo parece mais improvável de um dia vir a acontecer, em que sinto uma urgência de mudar e não sei para onde me virar. Nem todos os dias consigo ser a pessoa tranquila que tento ser. Nem sensata, muito menos sábia. Sempre tive mais jeito para aconselhar os outros. Quando toca a mim, é a desgraça. Há dias assim e, quando me assolam, resta-me esperar que passem...

2 comments:

Sombr|A|rredia said...

é ...aconselhar os outros é dizer precisamente o que gostaríamos que nos dissessem ...

Sabes que sei o que é sentir essa tempestade muda e vertiginosa dentro do peito e querer agarrá-la e fazer parte dela...

Mas porquê esperar que passe bolas :(?

ACA said...

Desgraça será provavelmente uma palavra demasiado forte, mas há dias em que não há espaço para a sensatez (mas insensatez volta meia volta não faz mal a ninguém). Há dias de meia bola e força sem grandes considerações sobre o assunto. Nem sempre são cinzentos, desde que estejamos prontos para nos aguentar no dia seguinte... Quase sempre estamos.

Beijos!